Centenário do Sanatório Sousa Martins


Fez neste sábado 100 anos que o Rei D. Carlos I e a Rainha D. Amélia inauguraram o Sanatório Sousa Martins e o Hospital da Santa Casa da Misericórdia da Guarda.

visita.gif

As origens do Sanatório Sousa Martins remontam aos finais do século XIX, período em que Portugal começou uma luta organizada e metódica contra a doença da tuberculose. O envolvimento da sociedade científica e médica do pais no estudo da climoterapia surge somente depois da célebre expedição científica à Serra da Estrela organizada pela Sociedade de Geografia de Lisboa em 1881, na qual participaram diversos especialistas de diferentes àreas, destacando-se o médico Sousa Martins. A constatação da excelência do clima de altitude na cura da tuberculose, levou o eminente médico a propagandear os seus efeitos benéficos, no prólogo do livro “Quatro dias na Serra da Estrela”. do jornalista Emygdio Navarro, editado em 1884. Sousa Martins divulga, assim, publicamente e sob o aspecto científico, a especificidade do clima da Serra da Estrela. Mas a acção metódica e concertada na luta contra a tuberculose vai ser protagonizada pela Assistência Nacional aos Tuberculosos, criada em 1899, pelo empenhamento da Rainha D. Amélia, do seu médico D. António de Lencastre e de Sousa Martins.
Nos seis anos que se seguiram, a cidade da Guarda desenvolveu uma intensa actividade médica na luta contra a tuberculose, com o Dr. Lopo de Carvalho à frente. A Guarda foi “invadida” por doentes que, temporariamente, aqui residiam ou mesmo estabeleciam e fixavam residência, praticando assim a chamada cura livre – vivência em clima de montanha, sem acompanhamento médico regular ou outros cuidados.
Nos primeiros meses do ano de 1907 a cidade viveu tempos de expectativa. A 18 de Maio seria inaugurado o Sanatório Sousa Martins, o primeiro Sanatório da Assistência Nacional aos Tuberculosos, cuja cerimónia contará com a presença do Rei D. Carlos I e a Rainha D. Amélia.

sanatorio.jpg

Passados 100 anos recriaram-se os mesmos festejos da época, a chegada dos Reis à estação dos Caminhos de Ferro, dirigindo-se de seguida para a Igreja da Misericórdia onde se realizou um solene Te Deum e posteriormente para o Sanatório Sousa Martins, onde se efectuou a inaguração feita pela Rainha D. Amélia.

Eu estive lá e achei que foi fabuloso, todo o clima vivido pela cidade e a vivência dos tempos de há um século atrás. Estiveram todos muito bem, desde o grupo de Teatro Municipal da Guarda a todos os figurantes que participaram por toda a cidade, criando um clima digno da época. Os festejos cumpriram religiosamente o horário, como não costuma ser habitual nos nossos dias :) , finalizando com a agradável notícia da manutenção da maternidade na Cidade da Guarda e a construção do novo Hospital! Os meus parabéns ao Presidente do Concelho de Administração do Hospital Sousa Martins, Dr. Fernando Girão, que com todo o seu esforço e dedicação muito tem feito pelo Hospital e pela cidade!

(Infelizmente esqueci-me de levar a minha máquina fotográfica, mas prometo ainda arranjar uma imagem que mostre o ambiente vivido nos dias de hoje evocando os dias passados ;) )


One Comment, Comment or Ping

  1. ?????????????????

    COOL AND COOL

    Junho 18th, 2007

Reply to “Centenário do Sanatório Sousa Martins”